The Latest

set. 17, 2014 / 5.861 notas
set. 17, 2014 / 60.594 notas
Ainda lembro de tudo, embora o objetivo sempre fosse esquecer.
Allax Garcia.   (via depreendido)

(via simplificando-o)

set. 17, 2014 / 86.880 notas
Você me dá um friozinho na barriga.
set. 17, 2014 / 29.055 notas
Sempre comparei a gente com a Blair e o Chuck. Uma guerra pra falar um “eu te amo” mesmo sabendo que já amava. Idas e vindas cheias de brigas, de intensidade, mas com muito amor, com muita dedicação. Talvez a gente tenha complicado, quase certeza, mas se a nossa história for mesmo igual a deles, no final a gente vai se encontrar, e vai perceber que não importa quantas voltas o mundo dê, ou com quantas pessoas diferentes a gente fique, mesmo que demore, mesmo que pareça que é o fim pra sempre, lá no final, nós vamos estar juntos, rindo de tudo, e com toda certeza, se amando muito, como se fosse a primeira vez.
Bruna Gouveia (via bestthiingineverhad)

(via marinepereira)

set. 17, 2014 / 36 notas
set. 17, 2014 / 1.107 notas

(via candan-i)

set. 17, 2014 / 292 notas
set. 17, 2014 / 6.210 notas
Pensei em mudar de cidade, fugir, mas o meu coração continuaria aqui. Pensei então em sair colando cartazes pelas ruas com frases retiradas daqueles cartões do dia dos namorados, mas ele não era o meu namorado - infelizmente. É sempre perigoso se apaixonar por alguém. Admito: amar não é para qualquer um, requer muita coragem e estômago para aguentar receber de volta um silencio ao dizer todo um texto ensaiado centenas de vezes na frente do espelho.
Os porquês de Amélia Roswell.  (via erzdiozese)

(via ifeelineedyouhere)

set. 17, 2014 / 1.213 notas
Eu existo. Eu amo. Eu choro. Eu vivo. Mas ninguém vê.
Jhennifer Werneck  (via segredou)

(via ifeelineedyouhere)

set. 17, 2014 / 5.946 notas